aerOPOrto


SATA confirma Copenhaga e Munique para S12
11 novembro 2011, 19:50
Filed under: CPH, MUC, Novas rotas, OPO, PDL, Porto, Programação Inverno IATA 2011/12, Sata, Verão IATA S12

Depois de muita espera, aí está a confirmação: Copenhaga (CPH) e Munique (MUC) vão passar a ter ligação directa regular com o Porto a partir da próxima temporada de Verão (S12). Tal como foi avançado por este blog, será a SATA a responsável por estas ligações, que serão partilhadas com Ponta Delgada, e que terão inicio a 19 de Abril e 31 de Março respectivamente. Ambas as rotas estão carregadas no GDS com 1 frequência semanal cada uma, um número aquém do potencial avaliado pela ANA (3 semanais para CPH e diário para MUC) e das 2 e 3 semanais inicialmente pensadas:

              Horário                                                             Dias de operação*

S4 5560 – 07:30 PDL – 10:40 OPO 11:30 – 15:15 MUC                  – 7 –         _

S4 5561 – 16:15 MUC – 18:30 OPO 22:10 – 23:30 PDL                  – 7 –         _

S4 5570 – 07:30 PDL – 10:40 OPO 11:30 – 15:50 CPH                  – 5 –         _

S4 5571 – 16:40 CPH – 19:10 OPO 20:00 – 21:10 PDL                  – 5 –         _

*1- Domingo  2- Segunda-feira  3- Terça-feira  4- Quarta-feira  5-Quinta-feira  6-Sexta-feira  7-Sábado

Os A320 da SATA serão uma visão cada vez mais frequente no AFSC. Foto tirada por Carlos Seabra

Com isto, estão asseguradas 3 novas conexões para S12, sendo que duas delas estavam no topo das prioridades da lista. Seguem-se agora na lista Berlim e Hamburgo em número de passageiros potenciais. Resta ainda desejar o maior sucesso às duas novas linhas e esperar que esta estratégia de cooperação entre duas regiões do nosso país progrida para voos mais altos.

Anúncios

16 Comentários

Tenho que dizer que estou bastante surpreendido com a agressividade da SATA para promover estas rotas: ontem começaram a publicitar os Açores em CPH, libertaram as tarifas “discount” para o publico em geral e tem bilhetes one-way sem grandes penalizações.

MUC começa já amanha!

Comentário por Pete351

“Monstro” Sata:) comentário fantástico… inteligente de sobra:)

Comentário por Anônimo

Bilhetes para ambas as rotas à venda no site da SATA.

Comentário por Pete351

Os bilhetes para MUC já estão à venda no site da TAP (no da SATA ainda não aparecem). O já esperado code-share com a TAP vai permitir ligações EWR-OPO-MUC e GIG-OPO-MUC.

Comentário por Pete351

Sou dos Açores e vivo no Porto. Concordo totalmente com estas novas rotas. Potencia não apenas o Porto e os Açores, mas também aumenta o número de ligações entre o continente e os Açores, uma vez que a porta de entrada/saída de Portugal continental não pode ser exclusivamente em Lisboa. Assim pode ocorrer um maior desenvolvimento da rota Porto/Ponta Delgada, mas também Porto/Terceira e Porto/Horta; há um monopólio de Lisboa muito grande nas ligações aos Açores, o que, por exemplo, já não acontece na Madeira.

Comentário por JoseM

Eu acho que seria interessante que a SATA montasse no Porto uma operação semelhante à que a Air Berlin tem em Palma de Maiorca (à escala claro!).

Por exemplo, a SATA mandar um dos Dash para o Porto aos fins-de-semana para fazer feed a voos para os Açores. Assim, poderiamos ter a SATA fazer OPO-BIO/BCN/SVQ (Dash) + OPO-CPH/MUC/… (A320), que chegariam ao Porto ao final do dia juntamente com voos TAP de BRU, MAD, ORY, GVA, MXP, LGW e AMS (supondo cooperação da S4 com a TP). Por fim, teríamos voos para as várias ilhas, que aproveitariam a procura local + este feed.

Se bem que isto, já é sonhar alto de mais.

Comentário por Pete351

Sim é interessante. O problema maior seria relativo à TAP, um vez que esta companhia iria valorizar bastante um hub no Porto e como tal poderia não ser bem vinda esta alteração porque a TAP continua e continuará a manter como hub principal Lisboa…embora a hipótese que colocou seja mais viável apenas com o envolvimento da SATA.

Comentário por JoseM

O facto da TAP manter LIS como hub principal não quer dizer que não quer encher os voos de OPO! Uma operação como esta é o que todas as companhias procuram: beneficio sem risco! (no fundo, a TAP limitar-se-ia a receber dinheiro por lugares que de outra forma estariam vazios).

Se bem que o ideal era a SATA tentar aderir à Star Alliance como regional partner. Assim para além da rede TAP ainda podia dispor das redes da LH, AC, US, CO ou SK nos vários destinos onde opera. E se isto juntássemos uma reestruturação da empresa, podíamos passar a ter uma verdadeira 2ª companhia portuguesa.

Comentário por Pete351

Serve toda a gente.

Os Açores não estão preparados para ter um fluxo de turistas como tem a Madeira, e ainda bem. Uma ligação directa entre os Açores e Copenhaga ou Munique é uma ligação que dificilmente não daria prejuízo, principalmente no Inverno. Com a paragem no Porto (e note-se), é uma paragem e não uma escala, logo, à partida quem não precisar nem do avião sai consegue-se levar turistas aos Açores durante o ano todo.

Comentário por jferreira20

lol. Os Açores já têm voos directos para Copenhaga. Em alguns meses são duas, fora o voo de Billund, que na Madeira nem sequer existia…

Portanto qual a lógica de ter outro voo via Porto ? Claro que este voo será todo para o Porto. 160 lugares e depois mais 160 lugares Porto-PDL. Isto é apenas mais uma forma da SATA ser financiada pelo Governo Regional dos Açores, já que para cada voo que a SATA faz na Europa, recebe 1900000€.

E parem com essa mentalidade sobre os Açores. São tão capazes como qualquer outra região. O problema é termos este mostro SATA. Mas como já lhe disse este voo nem sequer vai resultar, por ser SATA.

Comentário por FranciscoM

Aqui não me parece que ninguém tenha algum tipo de preconceito de inferioridade para com os Açores.

Agora, claro que qualquer pessoa que esteja dentro do assunto sabe que os Açores não geram um fluxo de passageiros como geram outros destinos nacionais, neste caso o Porto. E isto para não falar que o tipo de passageiro que Porto ou Lisboa geram é muito diferente do que gera os Açores, Madeira ou Faro.

Arrisco-me também a dizer que é um regular nas linhas da SATA entre o Continente e os Açores, daí o seu “ódio” à SATA, correcto?

Comentário por Pete351

Mas esta estratégia serve quem ?

O que eu vejo é uma companhia a chular os Açorianos, com passagens a 300€, para fazer experiências exóticas. Nem vejo onde está a cooperação entre Porto e Açores, tendo em conta que estas rotas vão beneficiar é o Porto e não os Açores. Não se preocupe q dentro de 1 ano ou dois esta rota não existe. A SATA só tem capacidade para transportar os que não tem alternativa.

Comentário por FranciscoM

A estratégia serve as duas regiões. CPH não estava a ser rentável para a companhia, daí a escala no Porto. MUC nem sequer era servido até agora.

O objectivo é que os tour operadores dinamarqueses e alemães possam enviar os seus passageiros para os Açores utilizando o voo directo e usufruindo de uma tarifa mais baixa. Para compensar, estão os passageiros de negocio que existem no Porto e que pagam uma média de 350€ i/v para CPH ou 250€ i/v para MUC (é a ANA que diz, não sou eu). São estes últimos os que vão rentabilizar a operação. Chama-se a isto yield management.

Além do mais, a ideia da escala veio dos Açores, não do Porto.

Comentário por Pete351

É exactamente pelo facto da ideia ter partido dos Açores que a considero um disparate. Se já existe voos directos entre CPH e PDL não vejo razão para se apostar nesta rota. Portanto o único interesse é o Porto, como há alguns anos aconteceu com o FNC. A SATA já veio com estas histórias várias vezes. Dublin e Zurique são um exemplo.

Comentário por FranciscoM

Pelos meus cálculos previa que em S12 seriam transportados 6.200 já que o avião é 161 lugares, mas depois de ler este post prevejo que sejam muito mais a somar ao total dos passageiros de S12

Comentário por Angelo Campos

Eu acho é que ainda não ouvimos o último sobre isto, portanto o melhor é não fazer os cálculos já agora…

Comentário por Pete351




Comentários encerrados.