aerOPOrto


Estatísticas de Novembro 2011
14 dezembro 2011, 23:44
Filed under: Estatísticas, OPO, Porto

Depois de 18 meses de crescimento interrupto do tráfego de passageiros, o Aeroporto do Porto voltou a mostrar dados negativos. Durante o mês de Novembro passaram pelo Francisco Sá Carneiro 368.472 passageiros (-13.968 / 3,7%), registaram-se 4.221 movimentos (-409 / 8,8%) e foram processadas 2.619,5 toneladas de carga (-428,7 / 14,1%). Dados que em certa medida acabam por ser positivos para o Aeroporto, visto que o nº de lugares disponíveis em voos regulares caiu para 531.310 (-66.280 / 10,1%) e que das 22h do dia 23 às 24h do dia 24 do passado mês o tráfego esteve paralisado devido à greve geral da função pública. Estima-se que cerca de 13.000 passageiros se tenham perdido durante essa jornada de luta, um número ligeiramente inferior às perdas totais de Novembro (Greve Geral afecta Francisco Sá Carneiro).

As principais quedas em passageiros transportados foram registados pela TAP (-12.806 / 10,8%), Ryanair (-10.338 / 6,8%) e Air Berlin (-1.092 / 34,2%), enquanto a Lufthansa (+4.055 / 21,5%), easyJet (+3.936 / 8,6%) e TAAG (+1.615) apresentaram resultados positivos.

Gráfico relativo à evolução anual de passageiros (11/2011) – Clique para aumentar

Nos movimentos o cenário é idêntico, com a TAP (-208 / 10,8%), Ryanair (-137 / 12,3%) e Transavia France (-28 / 21,2%) a liderar os cortes de frequências. Por outro lado, TNT (+26 / 61,9%), Luxair (+8 / 30,8%) e easyJet (+5 / 1,4%) aumentaram o número de voos este ano.

Gráfico relativo à evolução anual de movimentos (11/2011) – Clique para aumentar

A carga também não escapou à queda, muito devido à ausência de 3 escalas da Air France Cargo, a única operadora a trazer a Rainha dos céus (B747) regularmente ao Porto. Sozinha, foi responsável pela perda de 336 toneladas de carga respeito a Novembro 2010. Nos outros operadores, como não podia deixar de ser, destaque para a TAAG (+133,1t) e para a TNT (+24,9t / 8%).

Gráfico relativo à evolução anual da carga processada (11/2011) – Clique para aumentar

E como já estamos no último mês do ano, é sempre bom lembrar que o anterior recorde anual de passageiros 5.283.361 já está batido. Os tão esperados 6 milhões anuais estão já a um passo do AFSC…

___________________________________________________________________________

Todas as imagens e gráficos contidos neste post encontram-se no Relatório de Tráfego de Novembro 2011 fornecido pela ANA Aeroportos.

Anúncios

6 Comentários

E já que falamos de ocupações, a Lufthansa tem 99% da capacidade vendida de amanhã até ao dia 23:
– LH1176: 98% vendidos; 1 voo completo;
– LH1178: 99,8% vendidos (3 lugares disponíveis); 6 voos completos;
– LH1180: 99,7% vendidos (4 lugares disponíveis); 4 voos completos;

Cada frequência tem entre amanhã e o dia 23 7 frequências, todas operadas em A321.

Comentário por Pete351

¡Qué malo o dato de AB!
¡E que bo o de Luxair!.
Un saúdo e bo Nadal.

Comentário por cospesnochan

A AB é um case-study de como não fazer as coisas. Quando tinham voos diários a ocupação era superior (e com aviões maiores), agora reduziram-os a 2xw e a ocupação baixou…

Quase 80% da Luxair em pleno mês de Novembro com uma frequência semanal nova é realmente excelente.

Bom Natal para ti também!

Comentário por Pete351

Eu e 3 amigos usamos o opo-pmi no 2006, pero é que foron 22 euros (i/v) persoa, en scq eran 58€. A partir de 11 euros viaxe enchíanse ben os 2 diarios..
Sen embargo os prezos de Luxair son proibitivos, amigos meus collíano ata que apareceu scq-hanh coa ryanair e prefiren facer 150Km en coche.

Comentário por cospesnochan

Mas eu estou a falar em 2008/2009. Nessa altura os preços eram +/- os mesmos que hoje, mas havia 1 voo diário durante todo o ano (para além de CGN, que funcionava melhor que PMI). As ocupações eram superiores no inverno porque conseguia ser uma alternativa para ligações. Hoje, com 2xw no inverno, não consegue ser atractiva e serve praticamente só para ponto-a-ponto.

A Luxair não é assim tão cara, 150€ i/v com tudo incluído é bom. A TAP também opera LUX e os preços são parecidos. Muita gente prefere ir a HHN, mas a maioria do tráfego Luxemburgo – Porto faz-se por LUX.

Comentário por Pete351

Ocupações:
Por companhia:
– Aigle Azur: 60,6%
– Air Berlin: 52,3%
– Air Transat: 70,3% (apenas pax. O&D de OPO)
– Brussels Airlines: 58,3%
– easyJet: 89,2%
– Lufthansa: 67,5% – 73%
– Luxair: 79,9%;
– Ryanair: 76,6%;
– SATA: 71%;
– TAAG: 39,9%;
– TAP: 57,2% (aprox.)

Ocupações por rota:
easyJet:
– Lyon: 84,3%;

Ryanair:
– Bergamo: 70,9%;
– Marselha: 83,1%;
– Beauvais: 83,3%;
– Stansted: 91,7%;
– Faro: 66,5%;
– Valência: 65,6%;
– Hahn: 85,7%;
– Charleroi: 90,7%;
– Weeze: 77,1%;
– Ciampino: 74,2%;
– Eindhoven: 86,6%;
– Marrakesh: 64,9%

SATA:
– Ponta Delgada: 75,2%

TAP:
– Amsterdão: 60,9%
– Bruxelas: 77,6%
– Zurique: 59,8%
– América do Sul (CCS, GIG, GRU): 73,7%

Comentário por Pete351




Comentários encerrados.