aerOPOrto


Copenhaga e Munique “são para vencer”
8 Fevereiro 2012, 17:37
Filed under: Copenhaga, CPH, MUC, Munique, OPO, PDL, Porto, Sata, Verão IATA S12

A SATA apresentou no passado dia 2 as novidades para a temporada de Verão (S12) no Francisco Sá Carneiro: Copenhaga, com inicio a 12 de Abril, e Munique, com arranque a 31 Março, ambas com uma frequência semanal.

Rui Quadros, administrador da companhia açoriana, mostrou-se confiante no sucesso de ambas as ligações: “São duas grandes apostas e são para vencer”. O elevado número de passageiros indirectos, o crescimento e os consecutivos recordes do Aeroporto, uma catchment area que engloba território desde Coimbra à Galiza e as sinergias criadas pelo hub da TAP (os voos terão código S4 e TP) foram factores decisivos na hora de avançar com as novas rotas: “o hub do Porto é muito importante e que consideramos ter um grande futuro”. De salientar o facto dos voos poderem ser comercializados através das redes de distribuição tanto da TAP como da SATA e as ligações potenciais via Porto (por exemplo, Nova Iorque-Copenhaga ou São PauloMunique).

Quanto a  aumentos de frequências (segundo a SATA, 3xw no caso de Copenhaga e 4xw no de Munique), a sua introdução está pendente do sucesso da operação do presente ano. Este seria um passo importantíssimo para ambas as rotas e que se traduziria num aumento muito elevado da sua competitividade comparativamente às ligações indirectas.

"O Aeroporto do Porto é um claro investimento que a SATA faz este ano". Foto tirada por Carlos Seabra

Em 2011 a SATA transportou 122.711 passageiros no Porto, o que se traduz num crescimento de 3,1% relativamente a 2010. Desde o inicio da presente temporada, Madrid, Barcelona e Paris Orly passaram a estar acessíveis a partir de Ponta Delgada com escala no Porto, através de code-shares SATA/TAP.

Anúncios

2 comentários

Acho que a sata e uma companhia aerea que fez bem em apostar no porto ,uma vez que o aeroporto tem aumentado os destinos para varios pontos da europa e nao so.a tap so tem descrimionado o porto,e por isso a sata tera que tirar partido disso.

Comentar por jose miguel ramos

Há espaço para que a SATA possa ser uma companhia importante no Porto, e estas rotas vão nesse sentido. A única coisa que lhes posso apontar é que podiam ter sido mais ambiciosos a nível de frequências.

Comentar por Pete351




Os comentários estão fechados.