aerOPOrto


Ryanair lança voos em conexão via Porto a partir de Janeiro 2018
8 Novembro 2017, 15:37
Filed under: Inverno IATA W17, OPO, Porto, Ryanair, Verão IATA S18

FR_Bar

A Ryanair anunciou ontem que o Porto será o próximo da rede a oferecer voos em conexão. O serviço, ainda numa fase de teste, está apenas implementado nos aeroportos de Bergamo em Milão e de Fiumicino em Roma. A inclusão do Porto neste grupo não é por acaso: é a 3ª maior base ibérica da companhia, conta com uma rede doméstica forte e com uma média de frequências por rota superior à da rede Ryanair.

Contrariamente às companhias tradicionais, a Ryanair aplica um modelo de conexões simplificado de soma de segmentos, ou seja, o preço do voo em conexão é simplesmente o da soma do preço dos voos do itenerário. Aliado ao modelo tarifário “passivo” da companhia irlandesa, que optimiza os preços de forma a que os aviões tenham sempre >90% de ocupação média, o efeito esperado a curto prazo é o de um aumento de receitas/rentabilidade nas rotas com ligações. Crescimentos visiveis no número de passageiros são possíveis, mas a médio prazo: maior rentabilidade permite aumentar frequências, aumentando assim o efeito hub que por sua vez aumenta o leque de novas rotas potenciais e assim sucessivamente.

As regras de conexão não foram especificadas pela companhia, no entanto, é expectável que sigam o já existente em Itália: tempo mínimo de espera no aeroporto de 2h30 e máximo de 6h, excluindo-se conexões que envolvam pernoitar no aeroporto de escala e combinações que repliquem rotas diretas operadas pela Ryanair. Aplicando estas regras a uma semana típica da próxima temporada de Verão, com base na atual programação, o potencial máximo é superior a 200 combinações semanais. Na tabela abaixo recolhem-se essas possíveis combinações com origem/destino Faro, Lisboa, Ponta Delgada e Terceira, via Porto:

Origem Destino Frequência Conexão | Destino Origem Frequência Conexão
Faro | Faro BCN 2xw 2h55
BRU 1xw 5h20 |
| BLQ 1xw 3h25
CCF 2xw 3h40 |
| BOD 3xw 5h20
| DLE 3xw 4h45
| FKB 2xw 2h55
| LIL 3xw 5h00
| LRH 2xw 4h10
| PDL 5xw 5h25
NAP 1xw 2h45 |
| NUE 2xw 2h55
SXB 2xw 5h25 | SXB 2xw 3h15
VLC 2xw  5h20 | VLC 1xw 5h25
XCR 2xw 5h10 | XCR 1xw 3h50
 —  — |  —  —
Lisboa BCN 6xw 4h35 | Lisboa BCN 7xw 3h00
BHX 1xw 3h50 | BHX 1xw 4h35
BOD 3xw 3h55 | BOD 3xw 4h45
BVA 7xw 2h45 | BVA 2xw 4h55
CCF 2xw 2h30 | CCF 2xw 5h40
CFE 1xw 5h15 | CFE 1xw 3h35
| CGN 2xw 5h30
CPH 2xw 3h05 |
DLE 3xw 2h55 | DLE 3xw 4h10
DTM 1xw 3h10 |
FMM 3xw 3h25 |
LIL 3xw 2h45 | LIL 3xw 4h25
LRH 2xw 4h50 | LRH 2xw 3h35
| MAD 7xw 4h20
MXP 2xw 3h40 |
NRN 3xw 5h40 |
NUE 2xw 5h50 |
PMI 3xw 4h10 |
SXB 2xw 4h15 | SXB 2xw 2h40
| TUF 1xw 2h35
VLC 2xw 4h00 | VLC 2xw 4h50
XCR 2xw 4h00 | XCR 2xw 3h15
|
Ponta Delgada BCN 6xw 2h35 | Ponta Delgada BCN 6xw 5h55
BGY 3xw 3h10 | BGY 6xw 4h50
| BRU 1xw 4h20
| BVA 1xw 5h15
| CIA 3xw 4h30
| CRL 1xw 4h10
EDI 1xw 4h20 |
FAO 6xw 5h25 |
FKB 2xw 2h55 |
LPA 1xw 4h20 |
LPL 1xw 3h15 |
| LRT 1xw 3h50
| LUX 1xw 4h15
MAD 6xw 4h00 |
MLA 2xw 3h20 |
| MXP  1xw 4h40
NRN 2xw 2h45 |
NUE 1xw 2h55 |
| TUF 1xw 5h30
|
Terceira | Terceira BCN 2xw 2h45
| BGY 2xw 3h30
| BVA 2xw  3h55
|  MAD 2xw 5h55
| STN 2xw 3h40

Nesta fase inicial o Francisco Sá Carneiro vai servir um espaço mais pequeno, entre 4 rotas domésticas (Faro, Lisboa, Ponta Delgada e Terceira) e 13 rotas internacionais para a Alemanha (Dortmund, Dusseldorf Weeze, Karlsruhe/Baden-Baden e Nuremberga), Bélgica (Bruxelas), Espanha (Barcelona, Madrid e Valência) e Itália (Bolonha, Milão Bergamo e Milão Malpensa). Novamente, o expectável é que a evolução siga a das duas bases de conexão existentes, onde o espectro vai sendo aumentado aos poucos.

Apesar da Ryanair não ter divulgado números de passageiros em ligação em Bergamo e Fiumicino, o expectável é que sejam proporcionalmente baixos, tendência que se deve manter no Porto. Dito isto, não é difícil ver o potencial que o modelo tem, e que pode ser alcançado em poucos anos assim o modelo madure. Por exemplo, uma redução do tempo mínimo de ligação de 2h30 para 2h, ainda assim conservador para um aeroporto como o do Porto, e remover a restrição de pernoita, permitiria aumentar significativamente o leque de conexões oferecido e principalmente melhorar a sua atractividade. A inclusão de mais destinos regionais no esquema, nomeadamente rotas espanholas continentais e insulares, seria outro salto desejável. Finalmente, a integração com a rede de longo curso da TAP seria outro grande passo, sendo que ambas companhias já afirmaram publicamente ter interesse nessa solução. A introdução de ligações Ryanair-Ryanair no Francisco Sá Carneiro, a promessa da TAP em fazer crescer a rede no Porto já este ano, a nova tabela tarifária da ANA para 2018, com a introdução de taxas diferenciadas para passageiros em ligação no AFSC (como já existe na Portela), e a saturação do aeroporto de Lisboa sem solução a curto prazo, são sinais positivos que tornam essa solução cada vez mais viável.

FR_OPO

Aviões da Ryanair no Porto. Foto tirada por Carlos Seabra

Anúncios

13 comentários so far
Deixe um comentário

Bom dia,

Alguém sabe quando se vai poder começar a reservar estes voos de conexão via Porto? No site da Ryanair ainda não dá…

Comentar por Diogo

Em Milão e em Roma começaram a vender praticamente na mesma altura em que começaram a fazer ligações, provavelmente no caso do Porto será a mesma coisa.

Comentar por Pete351

E isso será quando?

Comentar por Diogo

O anunciado foi Janeiro, tal como diz no titulo.

Comentar por Pete351

A Ryanair vai ter que adicionar frequências…. No press release da empresa indicam esta rota como sendo uma das contempladas

Dusseldorf Weeze Porto Ponta Delgada

Mas a verdade é que os voos de Dusseldorf para o Porto são realizados ao final da Tarde depois do voo OPO/PDL ser realizado

Comentar por Franmed

Eles ainda não divulgaram a versão final da programação, portanto é possível, mas também se pode resolver com mudança de horários.

Comentar por Pete351

Obrigado a todos pelos comentários e pelo feedback positivo!

Comentar por Pete351

Efectivamente é um excelente trabalho, mas convenhamos que do Pedro outra coisa não seria de esperar, ainda mais como referiu já estava alerta para o problema.

Comentar por Angelo Campos

Excelente trabalho

Comentar por Fernando Pinheiro

Vamos ver como isto corre

Comentar por Allure

Pete, o trabalho que tu aqui fazes é absolutamente notável.

Ninguém, mas ninguém conseguiu fazer uma análise com sequer metade da qualidade desta.

Comentar por João Ferreira

Obrigado João! Este já estava na calha há algum tempo e tive tempo para preparar, acho que é importante e merecia um tratamento mais detalhado. Fico satisfeito por ver que o artigo espelha isso mesmo!

Comentar por Pete351

Bom trabalho!
Boa Ryanair!

Comentar por Diogo




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s